0
  • Seu Carrinho está vazio.

Whey Protein: o que é e quais os seus benefícios

Compartilhar via:

Rodrigo Viterbo

Whey Protein: o que é e quais os seus benefícios

O whey protein é a proteína extraída do soro do leite, gerado durante o processo de fabricação de queijos. É considerada uma proteína de alto valor biológico, ou seja, de ótima qualidade, por ter elevado teor de aminoácidos, especialmente os de cadeia ramificada (BCAA’s). Eles auxiliam na reparação muscular, atuando especialmente nas micro lesões geradas durante a prática dos exercícios.

Há 3 tipos de whey protein: concentrado, isolado e hidrolisado.

O whey concentrado apresenta uma porção variada de proteínas, com concentração de até 80%. Possui também carboidrato e gordura em sua composição.

O isolado é a forma mais pura da proteína, com concentrações entre de 90 e 95%, possuindo reduzido teor de gorduras e de carboidratos. Isso se dá devido ao processo de filtração utilizado, que concentra ainda mais as proteínas.

Já o hidrolisado consiste na quebra das proteínas em partículas menores, facilitando a digestão e a absorção das moléculas, tornando-as mais ágeis. Pode ser obtido tanto a partir da proteína concentrada quanto da isolada.

Benefícios do whey protein:

  • Anabolismo muscular (aumento da massa magra);
  • Recuperação muscular;
  • Promoção de saciedade;
  • Auxilio no emagrecimento e redução de gordura corporal;
  • Ajuda no processo de cicatrização;
  • Reforço do sistema imunológico.
Qual tipo de whey devo consumir? Qual a dose recomendada? Quando consumir?

A resposta para todas as perguntas é: depende! Como já citado, esse suplemento é capaz de auxiliar em muitos processos do corpo, porém a sua correta indicação depende do objetivo, do estilo de vida e do nível de atividade física de cada um.

No geral, por ter maior concentração proteica e preço intermediário, o whey isolado é o mais recomendado. Porém, em algumas estratégias nutricionais, são preferidos blends ou concentrados, como para uma liberação mais lenta de aminoácidos, por exemplo. Quando queremos uma absorção mais rápida e facilitada desses nutrientes o mais recomendado é o whey hidrolisado.

O whey protein pode ser introduzido em outros momentos do dia, não somente imediatamente após o treino, como a maioria imagina. Ele pode fazer parte do café da manhã, de lanches intermediários e de receitas diversas (como substituto de farinhas ou para aumentar o seu valor proteico). Pode também ser utilizado como estratégia de saciedade e, assim, auxiliar também no processo de emagrecimento, e não somente na hipertrofia muscular.

Além do tipo de whey e o momento a ser consumido, a quantidade do produto também varia de acordo com o indivíduo (peso, atividades realizadas, objetivos, etc). Portanto, doses excessivas não são recomendadas. Para uma orientação individualizada, que leve em consideração sua rotina e seus objetivos, procure por um nutricionista.

Nutricionista Viviane Bonavita CRN3 50638, graduada pela Universidade São Judas Tadeu-USJT, pós-graduanda em Nutrição Esportiva pela FAPES e ex- atleta de natação federada pelo Sport Club Corinthians Paulista.

Leave a Comment